Confira!

[Hoje] Carroll`s day: um dia para comemorar a publicação do livro “Alice no País das Maravilhas”

Happy Carrol's

No dia 4 de julho, o mundo comemora a publicação do clássico “Alice no país das Maravilhas”, de Lewis Carroll, que neste ano completa seus 152 anos. Fãs ao redor do mundo inteiro, aproveitam esta data para comemorar de diversas maneiras… fazendo eventos, festas, leituras, etc.

Como não podíamos deixar de passar nossa homenagem, vamos falar um pouquinho sobre o autor, suas obras e claro… as adaptações cinematográficas que surgiram, inspiradas nos livros do autor Lewis Carroll.

Alicenopais

Que tal aproveitar e dar o play aqui embaixo e curtir a canção de  Avril Lavigne “Alice”, cheia de cenas da adaptação de Burton, alias, a própria cantora se fez de Alice no clipe. Nós nem gostamos não é mesmo?

A canção ficou ótima, e entra em cena nos primeiros créditos. Foi o tipo de canção que qualquer um aguenta um pouquinho mais dentro da sala de cinema para poder ouvir e conferir  também as imagens daquele “mundo’ fantástico da história. Enfim, vamos falar de Lewis…

Lewis Carroll

Lewis Carroll

Charles Lutwidge Dodgson, mais conhecido pelo seu pseudônimo Lewis Carroll (Daresbury, 27 de janeiro de 1832 — Guildford, 14 de Janeiro de 1898), foi um romancista, contista, fabulista, poeta, desenhista, fotógrafo, matemático e reverendo anglicano britânico. Sim! Ele foi tudo isso mesmo rsrs. Lewis Lecionava matemática no Christ College, em Oxford.

É autor do clássico livro Alice no País das Maravilhas, sua obra mais conhecida, além de outros poemas escritos em estilo nonsense ao longo de sua carreira literária, que são considerados políticos, em função das fusões e da disposição espacial das palavras, como precursores da poesia de vanguarda.

A história de Alice no País das Maravilhas originou-se em 1862, quando Carroll fazia um passeio de barco no rio Tâmisa com sua amiga Alice Pleasance Liddell (com 10 anos na época) e as suas duas irmãs, sendo as três filhas do reitor da Christ Church. Ele começou a contar uma história que deu origem à atual, sobre uma menina chamada Alice que ia parar a um mundo fantástico após cair numa toca de um coelho. A Alice da vida real gostou tanto da história que pediu que Carroll a escrevesse.

Alice Liddell (foto) foi a inspiração de Carroll para criar Alice no País das Maravilhas.

Dodgson atendeu ao pedido e em 1864 surpreendeu-a com um manuscrito chamado Alice’s Adventures Underground, ou As Aventuras de Alice Embaixo da Terra, em português. Mais tarde ele decidiu publicar o livro e mudou a versão original, aumentando de 18 mil palavras para 35 mil, notavelmente acrescentando as cenas do Gato de Cheshire e do Chapeleiro.

A tiragem inicial de dois mil exemplares de 1865 foi removida das prateleiras, devido a reclamações do ilustrador John Tenniel sobre a qualidade da impressão. A segunda tiragem esgotou-se nas vendas rapidamente, e a obra se tornou um grande sucesso, tendo sido lida por Oscar Wilde e pela rainha Vitória e tendo sido traduzida para mais de 50 línguas.

Em 1998, a primeira impressão do livro (que fora rejeitada) foi leiloada por 1,5 milhão de dólares americanos.

Ambos os livros infantis de Carroll contêm inúmeros problemas de matemática e lógica ocultos no seu texto. Em Alice no país das maravilhas, a personagem Alice entra em uma toca atrás de um coelho falante e cai em um mundo fantástico e fantasioso. Muitos enigmas contidos em suas obras são quase que imperceptíveis para os leitores atuais, principalmente os não-anglófonos, pois continham referências da época, piadas locais e trocadilhos que só fazem sentido na língua inglesa.

Algumas adaptações de Alice para os cinemas

Alice in Wonderland (1903)

Alice in Wonderland é um filme mudo britânico de 1903, dirigido por Cecil M. Hepworth e Percy Stow. Foi a primeira adaptação para o cinema do famoso livro de Lewis Carroll Alice no País das Maravilhas. O curta tem 8 min (original) e 10 min (versão restaurada).

Alice-no-pais-das-maravilhas-1903-filme

O filme tornou-se memorável pelo uso de efeitos especiais, incluindo o encolhimento de Alice na sala com muitas portas.

Abaixo você pode conferir o curta:

Apenas uma cópia do filme original tem existência conhecida, e partes estão perdidas. O British Film Institute restaurou parcialmente o filme. A cópia restaurada foi lançada em 24 de fevereiro de 2010.

Alice no País das Maravilhas (1951)

Alice no País das Maravilhas (no original em inglês: Alice in Wonderland) é o 13º longa-metragem produzido pela Disney. Lançado em 1951, o filme é uma adaptação do romance de Lewis Carroll – “Alice in Wonderland” (publicado em 1865) – e sua continuação – “Through the Looking-Glass” (publicado em 1871).

Antes do desenvolvimento do filme, Walt Disney já havia feito uma série que mistura animação e live-action, intitulado: “Alice Comedies” lançado em 1924. Porém foi só com o sucesso do filme “Branca de Neve e os sete anões” lançado em 1937, que Walt Disney decidiu fazer o filme. A segunda guerra mundial forçou a Disney atrasar o projeto do filme. Durante essa época de guerra, a Disney só tinha recursos para fazer filmes curtos. Só depois, com o fim da guerra e o sucesso do filme “Song of the South” que o estúdio voltou a trabalhar no projeto.

Em seu lançamento, o filme não atraiu o público que se esperava, apoiado pela imprensa que criticou as liberdades tomadas com a obra original. No estúdio, os criadores do filme, inclusive Walt Disney, sentiam que o filme não atendeu às suas expectativas. Apesar de seus problemas, o filme ganhou o status de “clássico” com o tempo.

A Menina no País das Maravilhas (2008)

A Menina no País das Maravilhas (Phoebe in Wonderland) é um filme independente americano de 2008, do gênero drama, dirigido por Daniel Barnz, com Elle Fanning, Felicity Huffman, Patricia Clarkson, Bill Pullman e Bailee Madison no elenco.

a-menina-no-pais-das-maravilhas

O filme conta a história de Phoebe(Elle Fanning), uma menina rejeitada pelos seus colegas de classe, que deseja mais do que tudo participar da peça de teatro da escola, “Alice no País das Maravilhas”. Phoebe tem um problema que a faz fazer coisas que não quer, com o estress do dia-a-dia, o comportamento de Phoebe piora cada vez mais, criando uma forte pressão em seus pais. Ambos tentam compreender e ajudar a filha, mas Phoebe se esconde em suas fantasias, confundindo realidade com sonho.

a-menina-no-pais-das-maravilhas-filme

O filme é bem bonitinho e delicado!

Alice no País das Maravilhas (2010)

Alice in Wonderland conhecido também como Tim Burton’s Alice in Wonderland, é um filme estadunidense-britânico de 2010, dirigido por Tim Burton e baseado também na obra de Lewis Carroll.  É a 27ª maior bilheteria da história do cinema. Foi o primeiro live action dos estúdios Disney. De forma que a história, pareceu meio que uma continuação do que foi apresentado na animação de 1951.

O filme se passa 13 anos após a história original, com Alice já com 19 anos. O filme tem no elenco Mia Wasikowska como Alice, Johnny Depp como o Chapeleiro Maluco, Helena Bonham Carter como a Rainha Vermelha e Anne Hathaway como a Rainha Branca.

Na primeira semana de lançamento nos Estados Unidos o filme Alice in Wonderland foi o mais assistido e que faturou no país. O longa arrecadou mais de US $116 milhões no final de semana de sua estreia. O filme também ganhou o título de “maior estreia em 3D”, superando a estreia do até então campeão global em bilheterias de todos os tempos, Avatar. Segundo o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), em Portugal o filme também liderou as salas de cinema do país, com mais de 600 mil euros arrecadados, pelos mais de 95 mil espectadores na semana de 11 a 17 de março de 2010. Já no Brasil o longa ficou em primeiro lugar nas bilheterias com mais de 10 milhões de reais arrecadados pelos mais de 800 mil pagantes em apenas um fim de semana e se torna o campeão de arrecadação em 2010. Com esses números esse filme ultrapassa Avatar, com seus oito milhões.

Mata saudade com esse trailer:

Alice Através Do Espelho (2016)

A Disney lançou em 2016, uma nova adaptação de outro clássico do autor, da famosa Alice, “Alice Através Do Espelho”. O filme assim como o livro é uma sequencia de “As Aventuras No País Das Maravilhas”, e chegou aos cinemas seis anos após a adaptação de Tim Burton. O elenco inteiro retornou a esta adaptação, até mesmo o querido Alan Rickman, que faleceu no inicio de 2016, mas antes de sua morte conseguiu concluir a dublagem de seu personagem, Absolem, no novo longa.

Na história, resumidamente, Alice precisa sobreviver às mudanças que aconteceram após tantos anos em que esteve no mar, explorando, e retornar ao País Das Maravilhas e ajudar o seu tão querido amigo, o Chapeleiro Maluco, que corre risco de vida.

Nesta nova aventura, Alice reencontra velhos e conhecidos amigos, assim como inimigos. Mas trava uma verdadeira batalha contra o tempo para tentar salvar o Chapeleiro. A História consegue ser tão fantasiosa e mágica quanto a interior. Todas as viagens ao passado que Alice faz, e suas descobertas, são super fantásticas de se descobrir e acompanhar. E ainda entrega ao expectador um pouco das histórias e dramas de alguns importantes personagens.

Alice – O lado Negro do Espelho (2016)

 

Filme-Alice-o-lado-negro-do-espelho-2016

Entendam, só vou mencionar este filme, não para que sirva de sugestão, mas para dar mais um exemplo de adaptação da obra do autor.

Este é, um dos piores filmes que vi nos últimos anos. De dar sono. A trilha sonora instrumental não chega nem aos pés da funcionalidade das do cinema mudo, para vocês terem noção. Foi com muito sofrimento que terminei de ver o filme para poder concluir que realmente o filme era muito ruim.

cena-Alice-o-lado-negro-do-espelho

Quanto as adaptações com base na obra, beleza, são até que bem utilizadas. Há passagens de praticamente todos os principais personagens que conhecemos no Livro e/ou outras adaptações como as da Disney.

cena-Alice-o-lado-negro-do-espelho-2016
Mas as interpretações, são um fiasco… os cenários matam toda a fantasia da história, que não tem ritmo. De inicio achei que o filme poderia se agarrar e desenvolver, certo drama da protagonista, só que isso infelizmente não acontece.

São 123 minutos perdidos. 😦   E é um custo aguentar a cara de dor da menina o filme todo! rsrsrsrs

cena-Alice-o-lado-negro-do-espelho-2016.

Sinopse: Em 1905, em meio à maior epidemia de drogas na história americana, uma Alice adolescente acaba de se mudar para o Noroeste Pacífico. Lá, ela segue um homem misterioso em um buraco de coelho, que acaba a levando ao País das Maravilhas… Um mundo escuro e curioso, habitado por personagens da virada do século americana e do Noroeste do Pacífico.

Mas esquece esse filme! Foca nas coisas legais!!! 😀

E para fechar com um pouco mais de fantasia, que tal conferir ao Clipe da canção tema de “Alice Através Do Espelho”, “Just Like Fire”, na voz e performance da cantora Pink, que mergulhou de cabeça no País das Maravilhas no vídeo clipe. Simplesmente maravilhosa de se ouvir e curtir. Mais um pouquinho de diversão e fantasia para nossos olhos e ouvidos. Confira:

 

 

E ai, é um dia para comemorar ou não é?! Essa história fez parte de sua vida? Sua infância? Gosta das adaptações para o cinema? Conta pra gente!

Happy Carroll’s Day!!!

 

Por Bruno Vieira

Fonte de pesquisa: Wikepédia

[Atualizado em 03//07/17]

Anúncios
Sobre Bruno Vieira (760 artigos)
Estudante de Comunicação Social – Publicidade, tem 27 anos e adoraria se lembrar do primeiro filme que viu em sua vida, mas o que passa em sua mente são flashs de sessões da tarde, com muitas aventuras, romances e filmes de terror da década de 80 e 90. Aprendeu a amar e se emocionar ( e tem prazer em chorar ) com o gênero drama. Gosta de comédia e ação e adora musicais e fantasia. Outro amor são as animações, filmes de heróis e tudo aquilo que faça qualquer um viajar com o poder da imaginação. Se identifica muito com o personagem Woody (Toy Story) pelo o quanto ele valoriza e faz pelas amizades. Um herói? Claro… O Homem-Aranha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: