Confira!

[Trilha Sonora] As canções marcantes da franquia 007

trilhas-sonoras-007

Instrumental

Não há letra, não há voz de nenhum cantor. Mas nem por isso o instrumental que permeia toda a franquia 007 perde seu brilho. A melodia que marca as cenas de ação do agente mais famoso dos cinemas abre o nosso Top 10 de trilhas de James Bond. Conheça as outras canções que selecionamos para marcar a data de estreia de “007 contra Spectre” no Brasil.
‘Writing’s on the wall’, Sam Smith
O mais novo tema de um filme 007, “Writing’s on the wall”, de Sam Smith lidera a lista das mais ouvidas entre as músicas da franquia no Spotify brasileiro. Após o lançamento do single no Youtube, duas semanas depois do show do cantor no Rock in Rio, a canção se tornou a primeira de um longa do agente secreto a liderar as paradas britânicas.
‘Skyfall’, Adele
No ano em que Adele estourou com o álbum “21”, que lhe rendeu o topo das paradas da “Billboard” por 24 semanas, a cantora recebeu o convite de criar uma música para “Operação Skyfall” (2012). Ela aceitou depois de ler o roteiro e optou, junto ao produtor Paul Epworth, por melondia melancólica, para capturar a atmosfera do longa com Daniel Craig.
‘Live and let die’, Paul McCartney & Wings
Indicada ao Oscar de melhor canção, “Live and let die” foi encomendada para o produtor dos Beatles, George Martin, como trilha para “Com 007 viva e deixe morrer”, de 1973. Paul McCartney a escreveu ao lado de sua mulher Linda entre uma tarde de sábado e o domingo seguinte. Em cena do oitavo filme da franquia é Brenda Arnau quem interpreta a música.
‘Nobody does it better’, Carly Simon
O hit, de 1977, foi escrito especialmente para o filme “007 — O espião que me amava”. A música foi também a primeira na história da trilha sonora dos filmes da franquia 007 a ter um nome diferente do título do longa. Na letra da canção, há, entretanto, um trecho que diz “o espião que me amou”.
‘You know my name’, Chris Cornell
A música aparece no filme “Casino Royale”, de 2006. Cornell escreveu a canção junto com o músico que assinava a trilha sonora do filme, David Arnold. Ela foi um sucesso de crítica, tendo sido indicada ao Grammy daquele ano.
‘A view to a kill’, Duran Duran
O 13º single do Duran Duran, com John Barry, foi tema do filme de 1985. Ganhadora do Globo de Ouro de melhor canção original, a música é a única de Bond a conseguir liderar o Hot 100 da “Billboard”. A banda foi convidada depois do baixista perguntar, bêbado, ao produtor Cubby Broccoli: “Quando você vai ter alguém decente fazendo a música-tema?”
‘The world is not enough’, Garbage
A atuação de Pierce Brosnan recebeu música de fundo do Garbage. Composta por David Arnold e Don Black, o tema de “007 — O mundo não é o bastante” foi pensado para seguir o estilo do filme, saindo um pouco do pós-moderno que o Garbage vinha trazendo em seus álbuns. A música foi gravada durante uma turnê do grupo pela Europa.
‘Goldeneye’, Tina Turner
O tema de 1995 ganhou seu tom nas notas de Tina Turner. Foi ela quem interpretou a música criada por Bono e The Edge. Quando souberam que Tina seria a cantora por trás de “007 contra Goldeneye”, os integrantes do U2 pediram para escreverem a letra.
‘Die another day’, Madonna
Em 2002 o filme era “Um novo dia para morrer” e James Bond o ator Pierce Brosnan pela última vez. Pegando carona nos sucessos dos álbuns “Ray of light” (1998) e “Music” (2000) Madonna foi escolhida para ser o nome da vez. Com a ajuda de Mirwais Ahmadzaï e do francês Michel Colombier, a música saiu do papel.
Reprodução Site O Globo
Anúncios
Sobre Bruno Vieira (760 artigos)
Estudante de Comunicação Social – Publicidade, tem 27 anos e adoraria se lembrar do primeiro filme que viu em sua vida, mas o que passa em sua mente são flashs de sessões da tarde, com muitas aventuras, romances e filmes de terror da década de 80 e 90. Aprendeu a amar e se emocionar ( e tem prazer em chorar ) com o gênero drama. Gosta de comédia e ação e adora musicais e fantasia. Outro amor são as animações, filmes de heróis e tudo aquilo que faça qualquer um viajar com o poder da imaginação. Se identifica muito com o personagem Woody (Toy Story) pelo o quanto ele valoriza e faz pelas amizades. Um herói? Claro… O Homem-Aranha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: