Confira!

[366 Filmes] A Loja Mágica de Brinquedos – (9/366)

A-loja-magica-de-brinquedos

Algumas vezes não tem jeito! Como tenho um irmão pequeno, muitas vezes acabo por ver, algum filme que tenha a classificação liberada para a idade dele, deixando de ver os dramas que tanto quero, para poder curtir até mesmo a companhia desse pequeno, jovem e promissor cinéfilo!

Por conta disso, acabei por optar por um filme que eu lembrava tão pouco de ter visto cartazes em uma ou outra locadora, isso já a tempos. Bem, nunca ouvi ninguém falando nada sobre o filme em questão! Eu devia ter previsto! Devia ter sentido que o filme não seria bom… não seria nada legal rsrsr. Mas como tinha minha querida Natalie Portman… eu precisava ver!

“A Loja Mágica de Brinquedos” (2007) com Natalie Portman, Dustin Hoffman e Jason Bateman no elenco, é uma mistura de fantasia com comédia. Diga-se MUITA fantasia e POUQUÍSSIMA comédia! Comecei a assistir ao filme com uma pequena sensação de que o filme teria um desenrolar bacana, mas a sensação em questão me desapontou!

Sinopse: A Loja Mágica do Sr. Magorium é um paraíso de brinquedos onde tudo ganha vida, inclusive a própria loja. Um dia o sr. Edward Magorium (Dustin Hoffman), que tem 243 anos, decide ceder o controle de seu estabelecimento à insegura e jovem gerente Molly Mahoney (Natalie Portman). Quando um cético contador chamado Henry Weston (Jason Bateman) surge para fazer uma auditoria em todos os brinquedos a loja passa por uma misteriosa mudança. Os brinquedos, antes alegres e coloridos, se tornam silenciosos e acinzentados. Para recuperar o local Molly e Henry precisarão encontrar a magia existente dentro deles próprios, contando com a ajuda de Eric Applebaum (Zach Mills), um garoto de 9 anos que tem dificuldades em fazer amigos.


Como o filme foi feito para crianças, juro que tentei fazer uma análise em cima disso, mas poxa vida… nem assim consegui salvar algo de bom nesse longa. Fiquei desapontado! Gosto de fantasia! Gosto de filmes puros e que passam algo de bom e inocente, mas esse filme teve um enredo tão fraco. E quando você pensa que a história vai te impressionar e surpreender… o filme acaba! É sério! Acaba! Simplesmente!

Nem a minha querida e talentosa Natalie Portman foi capaz de salvar o filme. Nem o consagrado Dustin Hoffman conseguiu isso. Aliás, me pergunto como essa dupla foi parar nesse filme?! Como gente?!

O filme leva a fantasia a um nível muito broxante. Nada que te empolgue. A loja é mágica e você não entende como ela é mágica, ou de onde vem essa magia. O dono da loja, você fica sem ter certeza sobre o que ele é ou mesmo sua idade. Alguns brinquedos ganham vida, outros não. Os pais das crianças presenciam grande parte desses brinquedos mágicos, sendo mágicos, mas parecem não notar ou não estranhar. E ao mesmo tendo um contador chega para trabalhar na loja mágica e não percebe nada demais. Confuso!

É uma história sem vilão. Até ai blz! Mas é sem nexo algum com nada. É inocente, tranquilo e repleto de bondade, mas parou por ai. É difícil eu me decepcionar tanto com um filme, mas aconteceu com este! :/

 

Por Bruno Vieira

Anúncios
Sobre Clube de Cinema Petrópolis (43 artigos)
Somos um grupo apaixonado por cinema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: