Confira!

[366 Filmes] O Bom Dinossauro – (11/366)

o-bom-dinossauro

Meu 11º filme do ano, conferi numa sala de cinema. O filme foi uma animação da Disney – Pixar, que já em seu trailer apresentou a seguinte questão: E se aquele asteroide, responsável pela extinção dos dinossauros, tivesse apenas passado próximo a terra e não caído em nosso planeta?

“O Bom Dinossauro” (2016),  entrou em cartaz aqui no Brasil na última quinta (07), fala sobre família, perda e coragem. A animação da pixar é diversão e emoção garantida para as crianças, e aliás, acho que pensando nas animações da Pixar da última década, todas, senão a maioria, acabaram tendo um teor mais adulto do que algo exclusivamente voltado às crianças. Essa faz a alegria de ambos os públicos.

Sinopse: Os dinossauros foram extintos após a colisão de um gigantesco asteróide com o planeta Terra. E se este evento não tivesse ocorrido? O filme parte desta premissa para trazer a história de dinossauros que ainda hoje controlam o planeta. E mostra a amizade de Arlo, um dinossauro adolescente, com um jovem menino humano, Spot.

Novamente a Pixar nos leva a pensar o impensável: Já pensou se os dinossauros não tivessem sido extintos? Talvez após milhares de anos, assim como mostra na animação, os dinossauros pudessem ter evoluído de alguma forma, mudando ou mesmo criando hábitos na agricultura.

Na história, Arlo, o personagem/dinossauro principal é um ser muito medroso, e sua família tenta o ajudar a perder todos os seus medos e assim se tornar corajoso e capaz de ajudar sua família nos trabalhos do campo. É quando uma pequena criatura, surge em meio a um problema, fazendo com que Arlo conheça Spot, um garotinho de aparência selvagem e hábitos bem parecidos a de um cachorrinho.

Juntos os dois vivem divertidas e comoventes situações, nos fazendo refletir sobre o valor e o sentimento envolvido num núcleo familiar e claro, a encontrar dentro de si a coragem necessária para se fazer o que for preciso.

CONFIRA NOSSA CRITICA NESTE LINK!

Já adianto que curti muito a história e todos os momentos reflexivos que a história apresentou. Dei boas risadas e sai da sala de cinema satisfeito de ter conferido a animação o quanto antes!

Um Último Fato: Prepare-se para ir das lágrimas às risadas com o Spot! Spot é uma graça de personagem, um daqueles que não tem fala alguma na história, mas que se tornam queridos e inesquecíveis!

Por Bruno Vieira

Anúncios
Sobre Bruno Vieira (760 artigos)
Estudante de Comunicação Social – Publicidade, tem 27 anos e adoraria se lembrar do primeiro filme que viu em sua vida, mas o que passa em sua mente são flashs de sessões da tarde, com muitas aventuras, romances e filmes de terror da década de 80 e 90. Aprendeu a amar e se emocionar ( e tem prazer em chorar ) com o gênero drama. Gosta de comédia e ação e adora musicais e fantasia. Outro amor são as animações, filmes de heróis e tudo aquilo que faça qualquer um viajar com o poder da imaginação. Se identifica muito com o personagem Woody (Toy Story) pelo o quanto ele valoriza e faz pelas amizades. Um herói? Claro… O Homem-Aranha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: