Confira!

[Confira!] Henry Cavill quase perdeu papel de Superman por causa de ‘World of Warcraft’

Henry-Cavill-Homem-de-aço

Essa história é antiga, mas é boa. Em seus dez primeiros anos de carreira, Henry Cavill se acostumou a ouvir muitos “nãos”. Ele perdeu o papel de Edward Cullen em “Crepúsculo” para Robert Pattinson e o de James Bond para Daniel Craig. Além disso, chegou a ser escalado para fazer o Super-Homem num filme de McG em 2004. Mas quando o diretor deixou o projeto para fazer “As Panteras detonando”, Bryan Singer assumiu e o substitui por Brandon Routh.

Anos depois, já conhecido como o Charles Brandon de “Tudors” e o Teseu de “Imortais”, ele disputou novamente o papel do herói de Krypton no que viria a ser o “Homem de Aço” de Zack Snyder. E quem diria, quase perdeu a chance porque estava jogando videogame.

“Eu sou um grande fãs de jogos de PC e estava jogando um chamado ‘World of Warcraft'”, disse o ator numa entrevista a Jay Leno. “Eu estava jogando e você não pode salvar, pausar, nada disso. As pessoas dependem de você, pois cada um tem seu papel na equipe e estávamos num momento importante do jogo.”

Segundo o ator, nessa hora o telefone começou a tocar e ele não poderia parar para atender, senão prejudicaria seus colegas de jogo. “Aí eu olhei e era o Zack Snyder ligando. Então corri para pegar o telefone e perdi (a ligação). Eu perdi a ligação do Zack Snyder, a que eu estava esperando, do ‘Homem de Aço'”, lamenta.

Cavill tentou ligar de volta, mas Snyder não atendia.

“Pensei, ‘Ótimo, perdi o emprego, nunca vou conseguir’. Então Zack liga de volta e diz, ‘Ei, estava pensando se você gostaria de fazer esse pequeno filme comigo’. E eu não sabia como lidar. Eu estava tão preparado para o não, que não sabia como reagir ao sim. Eu tinha ouvido não por 13 anos, não sabia como lidar com o sim.”
Fonte Site O Globo

Anúncios
Sobre Bruno Vieira (760 artigos)
Estudante de Comunicação Social – Publicidade, tem 27 anos e adoraria se lembrar do primeiro filme que viu em sua vida, mas o que passa em sua mente são flashs de sessões da tarde, com muitas aventuras, romances e filmes de terror da década de 80 e 90. Aprendeu a amar e se emocionar ( e tem prazer em chorar ) com o gênero drama. Gosta de comédia e ação e adora musicais e fantasia. Outro amor são as animações, filmes de heróis e tudo aquilo que faça qualquer um viajar com o poder da imaginação. Se identifica muito com o personagem Woody (Toy Story) pelo o quanto ele valoriza e faz pelas amizades. Um herói? Claro… O Homem-Aranha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: