Confira!

[Confira!] Curta brasileiro leva menção especial do júri em Cannes

A premiação da 69ª edição do Festival de Cannes, que começou na noite deste domingo, 22, no balneário francês, teve início pela entrega do prêmio de melhor curta-metragem. O vencedor foi “Time code”, do catalão Juanjo Gimenez. O candidato brasileiro “A moça que dançou com o diabo”, de João Paulo Miranda Maria, paulista de Rio Claro, levou uma menção especial do júri, presidido pela cineasta japonesa Naomi Kawase.

Rodado em novembro de 2015, “A moça que dançou com o diabo” é uma releitura contemporânea de um lenda do interior paulista, contada há mais de cem anos, e trata de uma menina que vive o conflito entre a religião e suas descobertas da adolescência.

870bc3f4-77e0-4cd3-9522-6f28e774ff9d

Reprodução Site O Globo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: