Confira!

[Confira!] Netflix terá exclusividade para transmitir filmes da Disney

A Netflix anunciou ontem que, em setembro, entra em vigor um contrato de exclusividade com os estúdios Disney nos Estados Unidos. Pelo acordo, que começou a ser costurado em 2012, a plataforma de streaming on-line será o único serviço pago que poderá transmitir criações da Disney depois que elas deixarem os cinemas — incluindo produções de Pixar, Lucasfilm e Marvel, subsidiárias do estúdio. O acordo não inclui os canais de televisão aberta, mas afeta a TV a cabo e outros serviços digitais. O acordo se aplica às novas produções, segundo o site da Netflix.

Isso significa que, após saírem dos cinemas, franquias como “Vingadores” e “Guerra nas estrelas”, além de várias das animações de maior sucesso no mundo, poderão ser vistos nos Estados Unidos apenas pelos assinantes da Netflix. Só este ano, a Disney já lançou “Zootopia”, “Mogli: O menino lobo” e “Capitão América: Guerra civil”, e estreia, amanhã, “Alice através do espelho”, o segundo do estúdio tendo como base a obra de Lewis Caroll — sem contar o longa de animação.
“A partir de setembro, a Netflix será a TV paga nos Estados Unidos com exclusividade dos lançamentos da Disney, Marvel, Lucasfilm e Pixar”, disse o chefe do departamento de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos. A princípio, o acordo só vale em solo americano, não se estendendo a outros países. Apesar de deixar de fora as emissoras de TV aberta, o contrato afeta serviços digitais, como o Prime, da Amazon, que atualmente transmite filmes da Disney, mas que não terá em seu portfólio novos produtos da empresa.
PRIMEIRO CONTRATO DO TIPO

Pouco antes do anúncio, a Netflix já havia informado que, a partir do mês que vem, também terá exclusividade sobre uma série de outros sucessos, incluindo longas como “A grande aposta”, indicado ao Oscar de Melhor Filme neste ano, e “Spotlight”, vencedor na mesma categoria. Também entram na lista franquias clássicas, como a trilogia original de “Jurassic Park”, “De volta para o futuro” e “Máquina mortífera”.
O site da revista “Forbes” ressalta que essa é a primeira vez em que um grande estúdio abre mão da TV a cabo e opta como um serviço de streaming on-line como canal para distribuição paga de suas criações depois de estas passarem pela telona.
ANALISTAS PREVEEM AÇÃO A US$200

A exclusividade tem seu preço, e, segundo o site da revista “Forbes”, estima-se que a Netflix tenha concordado em desembolsar US$ 300 milhões anuais nesse acordo. O investimento, contudo, não deve demorar a ser compensado, pela previsão de analistas citados pelo site The Street. Em 2012, a HBO firmou pagamento anual de US$ 200 milhões por um acordo pelos filmes da 21th Century Fox, segundo o “Los Angeles Times”.
Para a equipe de Mark Mahaney, da RBC Capital Markets, o número de assinantes do serviço pode ir dos atuais 81,5 milhões em todo o mundo para 180 milhões em 2020. Eles também acreditam que a ação da empresa pode atingir os US$ 200 dentro de quatro anos — mais que o dobro dos US$ 97,89 do fechamento de ontem, quando os papéis registraram alta de 3,16%.
A melhora no preço dos papéis seria muito bem vinda pelos investidores. Na semana passada, a Netflix foi tema de uma reportagem do site CNNMoney intitulada “O que está errado com a Netflix?”. Isso porque as ações acumulam queda de 20% este ano, depois de serem o papel de melhor performance do índice S&P 500 em 2015. Com isso, a empresa foi a que teve o pior desempenho entre as quatro principais de tecnologia (completam o grupo Facebook, Amazon e Google).

O acordo de exclusividade foi assinado em 2012, já prevendo que só passaria a valer a partir de setembro deste ano. O prazo era necessário já que a Disney precisava esperar o fim de um contrato com o canal de TV paga Starz.

121204074741-netflix-disney-tablet-large
Reprodução Jornal O Globo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: