Confira!

[Critica] Como Eu Era Antes de Você

filme-Como Eu Era Antes de Voce

Na última quinta (09), aconteceu em Petrópolis no Cinemaxx, a pré estreia da adaptação “Como Eu Era Antes de Você”. E como eu já estava mega curioso com a história, de tanto ver uma amiga falando sobre o livro, de ter chorado e coisa e tal… fiz questão de ir na pré estreia.

Não é um “A Culpa é Das Estrelas” mas é certamente um filme para se emocionar e arrancar algumas lágrimas do expectador. Alias, quem vai conferir o filme já vai contando com isso pelo o que pude perceber. Eu mesmo fui preparado para derramar as lágrimas que eu pudesse.

O romance conta a história de Will e Louisa Clark. William Traynor (Sam Claflin) era um belo, feliz e bem sucedido rapaz até ser atropelado por uma moto e ficar após o acidente, tetraplégico, dependendo de sua família e de profissionais. Deixando-o mau humorado e depressivo com a vida e com todos.

Dois anos se passam e conhecemos a bela, simples e mega simpática e sorridente, Louisa Clark (Emilia Clarke). É claro que se você viu o trailer do filme, já reparou nos figurinos completamente cafonas e nada a ver com nada, que a simples moça utiliza. Se não viu, sem problemas, vai notar em um simples instante. Mas isso também torna cada aparição da personagem um motivo para rir e se surpreender com seu visual.

Basta poucos segundos de aparição da personagem, para nos encantarmos profundamente por Louisa Clark. É sério, ainda estou pesando o que é mais encantador, se é a personalidade da personagem central da história ou do trabalho da atriz Emilia Clarke, que com cada enorme e sincero sorriso, cativava ainda mais os expectadores, tornando tudo mais emocionante e divertido.

Louisa, que ajuda sua família acaba sendo demitida de seu trabalho e buscando às pressas um novo, acaba parando na casa de Will, onde tem a missão de cuidar dele, de anima-lo. Não é um trabalho fácil, pois o humor de Will torna cada dia mais desagradável tal emprego. Mas Louisa precisa do dinheiro, precisa ajudar sua família, e não desiste fácil de tal emprego.

Aos poucos as coisas mudam, e os começam a conversar mais, e com isso conhecemos mais da simples e monótona vida de Louisa, que abriu mão de tantas coisas em sua vida devido a medos e sua preocupação com sua família.

Sem entregar mais detalhes da história, por traz dessas encantadores personagens e suas bagagens de vida, existe seus dramas pessoais, como logicamente o de Will, que esta totalmente desgostoso com sua vida presa a uma cadeira de rodas. :/

Pelo o uma amiga que leu o livro disse, o filme esta muito fiel ao livro, o que é ótimo para os fãs da obra. O elenco não poderia ter sido melhor, não só pelos protagonistas da história que encantam e emocionam a cada cena, e pela química em cena que realmente aconteceu, mas também os demais, que apesar de não serem tão conhecidos, cumpriram belamente seus papéis.

A fotografia esta, eu diria… romântica e aconchegante. O filme tem ótimas cenas de diálogos e passa longe de ser um daqueles filmes melosos ou até, mais do mesmo. Existe ali um teor diferente, puxado pela amizade, pala colaboração, pelo conhecimento e claro, sentimentos que vão surgindo meio a tudo isso.

A trilha sonora… ahhhh, recheadas de belas e leves canções. Mas grande parte delas com o propósito bem sucedido de fazer os expectadores chorarem. Simplesmente uma ótima e romântica trilha sonora.

CONFIRA AQUI, A TRILHA SONORA DO FILME!

No mais é aquilo, não é um filme com grandes propósitos. É um filme para cativar, dar boas e divertidas risadas, para emocionar e de uma forma meio que dolorosa, fazer o expectador refletir sobre não ter medo de arriscar, de amar sua vida, de aproveita-la ao máximo, de fazer tudo o que se deseja e é capaz de fazer. Apesar de esmagar o coração de alguns, o filme nos deixa no fundo, com boas reflexões.

Sim, vale muito a pena conferir essa adaptação!

O filme estreia nos cinemas brasileiros na próxima quinta, dia 16

Direção: Thea Sharrock
Elenco: Emilia Clarke, Sam Claflin, Janet McTeer mais
Gêneros Drama, Romance
Nacionalidade Eua

Sinopse: Will (Sam Claflin) é um garoto rico e bem-sucedido, até sofrer um grave acidente que o deixa preso a uma cadeira de rodas. Ele está profundamente depressivo e contrata uma garota (Emilia Clarke) do campo para cuidar dele. Ela sempre levou uma vida modesta, com dificuldades financeiras e problemas no trabalho, mas está disposta a provar para Will que ainda existem razões para viver.

Anúncios
Sobre Bruno Vieira (760 artigos)
Estudante de Comunicação Social – Publicidade, tem 27 anos e adoraria se lembrar do primeiro filme que viu em sua vida, mas o que passa em sua mente são flashs de sessões da tarde, com muitas aventuras, romances e filmes de terror da década de 80 e 90. Aprendeu a amar e se emocionar ( e tem prazer em chorar ) com o gênero drama. Gosta de comédia e ação e adora musicais e fantasia. Outro amor são as animações, filmes de heróis e tudo aquilo que faça qualquer um viajar com o poder da imaginação. Se identifica muito com o personagem Woody (Toy Story) pelo o quanto ele valoriza e faz pelas amizades. Um herói? Claro… O Homem-Aranha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: