Confira!

[Especial] A Hora do Pesadelo (1984)

hora do pesadelo.1

Wes Craven dirigiu e roteirizou o primeiro filme da série, lançado em 1984. Craven levou a sério a criação de Freddy Krueger, tendo como inspiração um fenômeno acontecido nos anos 1970, quando refugiados do Camboja sofreram distúrbios do sono nos EUA, tendo terríveis pesadelos e se recusando a dormir depois disso. Claro, por mais que se esforce ninguém fica sem dormir muito tempo, e este foi o caso, com o agravante de que vários deles morreram durante o sono.

Tendo a ideia para o filme a partir daí, Craven depois pesquisou vários elementos religiosos e usou experiências de sua própria vida para construir a trama. O nome de Krueger veio de sua experiência pessoal, já que era atormentado na escola por um garoto de mesmo nome. O suéter verde e vermelho foi criado inspirado no herói Homem-Borracha (cujas cores predominantes são vermelho e amarelo) e num dado importante que afirma que tais cores são as que causam maior choque à retina humana. Ou seja, não bastasse o rostinho “bonito” de Freddy, Craven se certificou que todo seu visual fosse realmente marcante.

Este primeiro A Hora do Pesadelo abre com uma cena de Freddy montando sua famosa luva com lâminas, para em seguida já apresentar o assassino atormentando uma de suas vítimas. Logo fica claro que todas as vítimas são adolescentes, que dividem o mesmo tipo de pesadelo, sempre seguidos por um homem de chapéu, luva com garras e o famoso suéter.

Neste filme o grupo é bem pequeno, composto de quatro pessoas: Nancy (Heather Langenkamp), seu namorado Glen (Johnny Depp em sua estreia nas telas), sua melhor amiga Tina (Amanda Wyss) e o namorado desta, Rod (Jsu Garcia, que voltaria a trabalhar com Craven anos depois em Um Vampiro no Brooklyn). Nancy é o alvo principal, mas é a morte de Depp que mais marcou toda a franquia, numa cena que mostra o personagem sendo tragado para dentro de sua cama, de onde depois é liberado um forte jorro de sangue. Depp, aliás, foi fazer o teste para o papel apenas para acompanhar seu amigo Jackie Earle Haley, que acabou por se tornar o novo Freddy Krueger no atual remake.

De vítima em vítima, vamos descobrindo bem pouco sobre a história de Freddy, conforme Nancy vai questionando sua mãe sobre o homem em seus pesadelos. Marge (Ronee Blakley), a mãe de Nancy, acaba revelando que Freddy foi um assassino de crianças que atacou a cidade de Springwood anos atrás e que saiu livre das acusações. Mas os pais dos jovens da vizinhança não gostaram nada disso, seguiram o assassino e lhe atearam fogo, o matando. Marge até mesmo guardou em sua casa a luva de Freddy.

A casa, aliás, fica na Rua Elm do título original, que traduzindo se torna Um Pesadelo na Rua Elm. Na época aparentemente ninguém percebeu o quão limitador o título seria, ou pode ser que nunca esperassem por continuações. O fato é que o nome da rua passa praticamente despercebido no decorrer da trama.

John Saxon é outro elemento importante da história, vivendo o pai de Nancy, o Tenente Thompson, que inicialmente acredita que Rod, com histórico de prisões e uso de drogas, é o assassino.
O roteiro consegue surpreender bastante (ainda mais na época), criando situações onde realidade e sonho se misturam de forma ordenada, nada que pareça forçado demais. É interessante notar que Freddy ainda não tinha muito de seu histórico estabelecido, embora já apresentasse seu jeito cínico e cruel imortalizado pela interpretação de Robert Englund. Este primeiro filme é de fato um filme de terror bem conduzido, não caindo no humor negro que dominou a franquia posteriormente.

As queimaduras de Freddy eram um tanto mais realistas, o deixando com um visual com menos identidade, já que não tinha uma face bem formada. O próprio nome do personagem sofre variações. Embora chamado de Freddy praticamente todo o filme, nos créditos encontramos o nome Fred, algo cordial demais para o personagem. A trilha sonora e a cantiga das meninas pulando corda, elementos quase sempre presentes, surgem já neste primeiro capítulo.

Como é marca registrada de quase todo filme de terror, os jovens vão morrendo um a um, até que sobre apenas a heroína da vez, neste caso Nancy, que acredita que pode trazer Freddy ao mundo real o agarrando no mesmo momento em que acorda. O plano não dá certo, e é aí que ela recorre a uma ideia de seu namorado, que afirma que na ilha de Bali, na Indonésia, o povo acredita que os sonhos são o fruto da imaginação para criar músicas, livros e outras obras, acreditando também que os sonhos ruins se alimentam de sua crença neles, bastando não acreditar neles para tirar sua energia, os tornando ineficientes. Nancy decide aplicar esse conceito em sua luta contra Freddy, que simplesmente se desfaz no ar.

Acreditando ter vencido Freddy, Nancy desperta num mundo perfeito, onde sua alcoólatra mãe decide parar de beber e seus amigos estão vivos. Ela então parte com eles no carro de seu namorado. Mas logo notamos que Freddy ainda está firme e forte, quando a capota do carro, das mesmas cores do suéter do monstro, se fecha e o carro ganha vida os aprisionando e levando para longe. Ao mesmo tempo, a mãe de Nancy é atacada por Freddy e assim o filme chega ao fim, já estabelecendo a invencibilidade de Freddy.

Este desfecho serve também para explicar como o Homem-Borracha serviu de inspiração para o suéter de Freddy. O herói dos quadrinhos tem poderes elásticos e com eles consegue assumir diversas formas, mas sempre mantendo as mesmas cores. E isso acontece também com Freddy, ao menos inicialmente, o que serve para o espectador perceber as artimanhas do vilão.

Ao contrário da maioria dos filmes de terror, A Hora do Pesadelo foi muito bem recebido não só pelo público, mas também pela crítica, que apreciou o lado psicológico da trama, que serviu para criar uma atmosfera mais pesada e diferente dos serial killers que existiam no cinema até então.

De baixo custo, o filme arrecadou em seu final de semana de estreia mais do que custou. Isso foi mais do que determinante para que Freddy cravasse suas garras no imaginário popular, se tornando logo em seu primeiro filme o mais bem sucedido assassino dos anos 1980.

HQManiacs

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: