Confira!

[Crítica do Leitor] INDEPENDENCE DAY – O RESSURGIMENTO

INDEPENDENCE DAY – O RESSURGIMENTO

INDEPENDENCE DAY – O RESSURGIMENTO
Ficção Cientifica; Ação
2016
112 minutos

Exibindo 01.jpgExibindo 01.jpgExibindo 01.jpg
Uma nova ameaça alienígena esta se aproximando e coloca em risco a vida dos habitantes desse planeta. Algo bem maior e mais destrutivo se comparado com o que fora presenciado anos atrás. Mas dessa vez o mundo esta mais preparado e tem planos para reagir ao notar qualquer coisa que seja uma ameaça. A questão é: conseguiremos sobreviver mais uma vez? Para responder a isso precisamos unir todas as forças necessárias, novos combatentes e veteranos se unirão em mais uma guerra.

Vinte anos se passaram desde o primeiro longa Independence Day(1996), que pôde nos apresentar uma trama envolvente, e avassaladora, repleta de efeitos especiais e personagens marcantes. Foi algo surpreendente e por que não dizer inesquecível? Mas aqui estamos, com bem mais aparatos para produzir um filme que fosse tão bom quanto o primeiro, mas confesso que saí decepcionado. Foi difícil de acreditar que após vinte longos anos (não foram apenas vinte dias, não) desenterram uma grandiosa historia e praticamente a jogam no lixo com mais essa produção catastrófica.

Exibindo 02.jpg

Um filme que tinha tudo para ser excelente, mas deixou a desejar nas mãos do Diretor Roland Emmerich, que também dirigiu filmes como: 2012, O Dia Depois de Amanha, 10.000 Anos AC, entre outros, e que apesar de ter trabalhado de maneira ate honrada nesses longas, aqui ele simplesmente deixou as coisas acontecerem por si só tornando-se, para mim uma verdadeira frustação. Possuía muita coisa para poder agradar o publico: Uma legião de fãs do primeiro filme (eu sou um deles) que aguardaram ansiosíssimos pela sequencia; avanços tecnológicos em som que podem tornar tudo mais emocionante; arte para dar um ar de veracidade nos fatos projetados; efeitos especiais cada vez mais modernos; e tantas outras coisas, mas não souberam aproveitar tudo isso. Claro que essa ideia temática de fim do mundo e de destruição já vem sendo massivamente representada em filmes recentes do ano corrente como: X-Man Apocalipse, A Quinta Onda, Convergente, Batman Vs Superman, Tartarugas Ninja 2, entre outros que serão lançados daqui a alguns meses, que tornou essa ideia enfadonha.

Os efeitos especiais em muitas cenas foram incríveis, surpreendentes, mas em outras, principalmente em planos abertos, as cenas incomodaram pela falta de realismo, percebemos uma modificação brusca da luminosidade e o tempo;
Tivemos alguns dos personagens que fizeram parte do primeiro filme, que torcemos e nos emocionamos junto com eles, mas também tivemos a presença de novos personagens que em conjunto com os veteranos foram fracos, ensossos, antipáticos e ate bobos.
Mas o pior de tudo está no enredo. Uma sequencia de eventos em que tudo que esta prestes a ocorrer rapidamente acontece não dando ao expectador a oportunidade abraçar e se envolver com a historia. Ficamos a deriva em fatos sem noção difíceis de aceitar e outra em que tudo era muito previsivo. E não deixemos de citar o uso exagerado, senão que desnecessário, do humor forçado para levar o publico a rir a quase todo instante transformando o filme em uma verdadeira comedia.

Elenco:
Liam Hemsworth (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final; A Vingança Esta na Moda) é Jake Morrison, destemido, ousado e sem brilho;
Jeff Goldblum (Mordecai – A Arte da Trapaça; O Grande Hotel Budapeste), personagem David Levinson, praticamente flegmático;
Bill Pullman (O Grito; Independence Day), ex Presidente Thomas J. Whitmore, que esta ali para fazer sala;
Maika Monroe (Corrente do Mal; A Quinta Onda), é Patrícia Whiltmore, filha do ex-presidente, personagem clichê do romance do filme;
A boa jogada do filme é o desfecho de um mistério que da uma reviravolta, mas sem muito abalo, ok?

A ideia legal dessa produção é que: só temos a perder enquanto agirmos pelo modo preconceituoso e sem pensar. Precisamos deixar nossas diferenças e saber que temos muito mais em comum e isso nos coloca no mesmo patamar.
Nota: 4,0

Análise enviada pelo Colaborador: Edvan Lima

Anúncios
Sobre Colaborador CCP (8 artigos)
Perfil dos Colaboradores do Clube de Cinema Petrópolis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: