Confira!

[Crítica do leitor] A LENDA DE TARZAN

00

Depois de anos longe da selva, Tarzan, agora como Lord Jon Clayton III, vive adaptado à sociedade de Londres junto com sua esposa Jane. Agora ele terá a oportunidade de voltar ao seu antigo lar onde vivera a maior parte de sua vida, mas dessa vez irá como emissário parlamentar britânico onde irá experimentar lembranças nostálgicas, conflitos e desafios nessa nova aventura.

Vez ou outra a indústria do cinema nos presenta um novo estilo de filmes, são releituras de antigos longas com uma roupagem ou visão diferentes. Muitas vezes alguns eventos ou personagens secundários passam a ter mais destaque, vimos isso em filmes como: A Garota da Capa Vermelha, João e Maria Caçadores de Bruxas, Malévola entre outros. Aqui temos Tarzan, e apesar do título nos enganar dando a entender que iremos reviver a historia linear, como aconteceu com Cinderela de 2015 e Mogli – O Menino Lobo. Na verdade iremos ver uma sequencia cheia de flashbacks entediantes que interrompem as tomadas em cenas melodramáticas, da lenda do antigo garoto órfão criado por macacos na floresta.

_L3A9723.dng

Pode não ser tão legal no quesito criatividade em sua trama, mas foi excelente na quando visto pelas cenas de ação que foram empolgantes e muito bem realizadas. Há uma apresentação de incríveis efeitos especiais que davam uma noção de veracidade na projeção. Os personagens não são tão marcantes assim, a grande maioria estava bem apagada e sinceramente não consegui me identificar com nenhum deles. Mas não podemos deixar de citar sobre a desenvoltura dos atores, eles foram muito bem em sua representação. Sobre a narrativa posso dizer que foi meio que “sem noção”, a linha de raciocínio dos roteiristas e direção foi bem estranha de digerir, achei bem débil, e ilógica as situações apresentadas nesse longa, inexistiu um conflito de adaptação à sua nova morada, falhas de continuação são percebidas, discrepâncias de informações e logica são apresentadas em quase toda a trama.

Elenco:

Alexandre Skarsgard (O Sistema, Melancolia). Um ator regular protagonizando um personagem(Tarzan) que poderia ter mais de intensidade para que pudesse ser marcante.

_B4B0395.dng

Margot Robbie (Golpe Duplo, Suite Francesa). Personagem Jane, assim como os outros personagens não apresenta muito destaque. É mais convicta de suas decisões e persuasiva e dá conta do recado; está ali para ser a mocinha que precisa ser resgatada e nada de mais.

Christoph Waltz (007 Contra Spectre, Grandes Olhos), Capitão Rom, o antagonista da historia. Um sujeito duro e inflexível, muito parecido com seus outros personagens de outros filmes.

Samuel Jackson (Kingsman – Serviço Secreto, Os Oito Odiados), George Williams. Um personagem com ousadia e por muitas vezes cômico, esta praticamente na maioria das tomadas, tem muitas falas, atuação ou qualquer referencia a ele, chega dar a entender que o herói do filme seja ele.

TARZAN

Mas não pensem que se trata de um daqueles longas entediantes que nos arrependemos de assistir, não mesmo. Ele é bem gostoso e divertido. Aborda questões como ganancia por poder e riquezas, ressentimento, vingança, e nostalgia, as diferentes culturas e a capacidade que temos de nos adaptar a todas elas.

Nota: 5,0

Análise enviada pelo Colaborador: Edvan Lima

Anúncios
Sobre Colaborador CCP (8 artigos)
Perfil dos Colaboradores do Clube de Cinema Petrópolis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: