Confira!

[Achei na Netflix] Becoming Zlatan (2015)

Está no ar no Netflix uma nova atração: “Becoming Zlatan” é um documentário sobre os primeiros anos de carreira de Zlatan Ibrahimovic. O filme, que conta como o sueco começou no futebol e se tornou um astro excêntrico, é um prato cheio para os fãs de futebol e admiradores do personagem criado em torno do craque.

556295706_1280x720

Está no ar no Netflix uma nova atração: “Becoming Zlatan” é um documentário sobre os primeiros anos de carreira de Zlatan Ibrahimovic. O filme, que conta como o sueco começou no futebol e se tornou um astro excêntrico, é um prato cheio para os fãs de futebol e admiradores do personagem criado em torno do craque.

Como um atacante magro, alto e aparentemente desengonçado conquistou o mundo? A direção de Fredrik e Magnus Gertten reuniu imagens inéditas do craque ainda adolescente, prestes a completar 18 anos e atuando pelo Malmö, na sua terra natal. O grande desafio da equipe de edição foi tirar destas cenas uma explicação para a persona desenvolvida por Ibra ao longo de sua carreira. Ele sempre foi egocêntrico, super confiante e provocador?

As respostas aparecem desde o começo, compondo uma pessoa complexa e com origem humilde, mas que confiava plenamente no seu potencial e às vezes até exagerava na forma como encarava seus adversários. O lado briguento de Zlatan também foi bem explorado na trama, que como o nome deixa claro, trata apenas de como ele se transformou neste ícone. Sendo assim, a história cobre o seu período de Malmö, fala da sua relação com a família, amigos e colegas e acaba quando ele assina com a Internazionale, já vivendo o auge.

O tempo todo você se depara com as fagulhas que causaram a “explosão” de caráter de Ibra. E claro, entende melhor que ele é não é uma pessoa tão complicada quanto parece. Temperamental, solitário e simples, alguém que não se esqueceu de onde veio e como chegou ao topo. Desde as suas primeiras confusões no Malmö, a trama mergulha na passagem de Zlatan pelo Ajax e conversa com pessoas próximas e antigos colegas.

becomming-zlatan-review

As melhores histórias, sem dúvida, saem da boca do egípcio Mido, do holandês Andy Van der Meyde e de Rafael Van der Vaart, que não foi diretamente entrevistado, mas teve declarações à imprensa utilizadas na montagem do documentário. Estes três conviveram com Zlatan no Ajax por quase três anos e ajudam a elucidar o tipo de companheiro que ele foi. E o que se fala sobre Ibra é quase sempre bom. Talvez que ele pegasse pesado demais nos treinos ou tivesse excesso de vontade, mas nenhuma fala aponta para o lado de ele ser uma pessoa ruim. Esse espectro de maldade felizmente não gira em torno do craque.

Nem tudo é lindo no filme. A começar pela forma como os diretores navegam entre as fases de Zlatan. Chega a irritar a maneira como eles vão e voltam para o período no Malmö, quando já se sabia que o atacante iria ser uma estrela, mas ainda havia muito o que provar. A bagunça na cronologia (lembrando que estamos falando de um documentário, não de um filme romanceado) é o grande problema da obra, sobretudo porque não havia necessidade de transitar livremente entre os anos. Se a ordem dos fatos fosse respeitada e complementada com cada depoimento, o produto final continuaria sendo bom e certamente menos confuso.

Outro detalhe a se observar negativamente são as legendas. Na verdade, isso vai na conta da Netflix, que provavelmente não tem um setor específico para isso e acaba pegando estes trabalhos de grupos independentes. O resultado é uma série de erros crassos ao longo da trama, incoerências, traduções mal feitas e o grotesco equívoco de se referir aos holandeses como alemães. Toda vez que alguém diz “dutch” no filme, a legenda aponta “alemão”, tanto no singular como no plural. Qualquer pessoa leiga sabe que eles são diferentes. E isso acontece toda santa vez que alguém menciona “holandês/holandeses” em uma frase.

becoming_zlatan_artikkelikuva_nettiin1

Em linhas gerais, a experiência de pouco mais de 90 minutos é interessante, divertida e ajuda a aproximar o público de uma figura tão controversa como Ibrahimovic. Ele pode até não saber lidar muito bem com a imprensa, mas isso não faz dele uma má pessoa ou um “mascarado” da bola.

É preciso conhecer quem está do outro lado do microfone e “Becoming Zlatan” é a explicação mais razoável possível para a personalidade do sueco, sem apelar para fantasias ou exageros típicos de biografias. Filmes como este ajudam-nos a entender porque Cristiano Ronaldo ainda tem muita rejeição com parte do público. Falta a ele a acidez e o bom humor que Zlatan sempre fez questão de deixar evidente.

Se você ainda não se decidiu por assistir ou não o filme, nossa conclusão é uma só e bem simples: faça isso da próxima vez que tiver uma hora vaga na agenda. Zlatan merece um pouco da sua atenção.

Reprodução: Todo Futebol

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: