Confira!

[Especial] Jason X (2001)

image-w1280

Com produção executiva de Sean S. Cunningham, o diretor e criador da série Sexta-Feira 13 em 1980, e a participação novamente do ator Kane Hodder, que interpretou o psicopata na maioria dos filmes, Jason X começa no Centro de Pesquisas de Crystal Lake (a casa do assassino) onde o imortal Jason está aprisionado por correntes e cujo destino está sendo discutido por cientistas, uns querendo sua preservação para estudos sobre sua impossibilidade de morrer (todos os métodos já foram tentados, de fuzilamento passando por eletrocussão até enforcamento), outros querendo seu congelamento numa câmara criogênica para pelo menos assim evitar mais assassinatos. A favor da primeira hipótese está o Dr. Wimmer, que é interpretado pelo excepcional diretor canadense David Cronenberg, responsável por diversas pérolas do horror como Scanners, Videodrome, A Mosca e ExistenZ, numa participação rápida e super especial. Defendendo a segunda hipótese está a Dra. Rowan (Lexa Doig). Obviamente que Jason consegue de novo escapar deixando um enorme rastro de sangue com seu inseparável facão, mas no confronto final com a cientista Rowan ocorre um acidente e ambos são congelados e esquecidos por mais de 400 anos.

Num futuro distante, em 2455, com a Terra que conhecemos destruída e impossibilitada de suportar vida, e com um outro planeta alternativo para abrigar a humanidade, um nave de exploração localiza o antigo laboratório e descobre os corpos de Jason e da cientista. Logo os resgata para a nave e conseguem trazer à vida a mulher do século XX. Quanto ao Jason, ele é levado para uma sala de autópsias e claro, também retorna à vida após o descongelamento e inicia mais um novo massacre, agora a bordo de uma nave espacial vários séculos no futuro. Para ajudá-lo ainda mais em sua invencibilidade, ele sofre uma mutação que o torna mais forte e sedento de sangue, afinal, após matar mais de 200 pessoas em seu invejável currículo, ficar centenas de anos sem uma carnificina desperta uma ira diretamente proporcional ao seu tempo de abstinência.

jason-x

Após mais de uma dezena de assassinatos bem violentos, Jason (nos outros filmes também foi assim…) é supostamente derrotado numa cena extremamente absurda onde ele e um militar responsável pela segurança da nave (que também parece sofrer de imortalidade, já que foi golpeado brutalmente duas vezes e sobreviveu) fazem uma viagem pelo espaço, após a explosão da nave, rumo à Terra alternativa e desintegram no contato com atmosfera, sobrando apenas a máscara de Jason que mergulha nas águas de um lago repousando em seu leito.

Jason-X-3

Esse décimo filme tem um visual e ambientação futuristas que lembram Alien, o Oitavo Passageiro (1979) com os seus eventuais elementos de ficção científica com belas naves espaciais e instrumentos avançados, e efeitos especiais interessantes, principalmente nas cenas das mortes que são bem feitas e muito violentas (como por exemplo o esquartejamento do piloto da nave com pedaços destroçados de seu corpo espalhados para todos os lados), cometidas por um Jason cada vez mais furioso. Porém, o filme esbarra nas inevitáveis piadas idiotas que estragam algumas cenas e no final completamente absurdo e ridículo, o que nos incita a torcer mais ainda para que Jason extermine os jovens do futuro, que continuam idiotas e insuportáveis. Mas ainda assim, Jason X garante bons momentos de entretenimento e traz para os fãs a franquia Sexta-Feira 13 mais um grande sucesso dentre as continuações.

Reprodução: Boca do Inferno

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: