Confira!

[Crítica] Crítico – Kleber Mendonça Filho

539053

Para meu primeiro texto aqui no site do Clube de Cinema Petrópolis, trago um documentário nacional de 2008, do até então critico, Kleber Mendonça Filho (Aquarius e O Som ao Redor).

Para um aspirante a crítico este documentário é como uma aula deliciosa. Informativa e reflexiva na medida. O debate criado com diversos cineastas, críticos, atores e ouros profissionais do ramo sobre o papel e a importância da crítica, é de mostrado de forma cautelosa, mas sem poupar as falhas e hipocrisias presente no ramo.

Kleber, que era crítico antes de se tornar diretor, explora ao máximo todas as questões ao redor do tema. Ele questiona a importância da crítica no cinema atual, o papel do crítico para a indústria e a ética da profissão ao analisar obras de amigos. O que faz questionar sobre como tem-se analisado cinema, de onde encontra-se a linha tênue entre a amizade e o profissionalismo e como a crítica pode construir um cinema de alto nível e como um cinema de alto nível pode formar excelentes críticos. E uma auto descoberta como espectador e cinéfilo, já que repensamos todo o papel que uma análise pode ter na indústria e como um diretor ou produtor receberá aquelas palavras que vão engrandecer ou massacrar sua obra.

A montagem utiliza uma junção de cenas de filmes clássicos, com depoimentos de figuras importantes do ramo – algumas somente com depoimentos em forma de áudio – que compartilham suas experiências e relações com a crítica, sem nunca soarem confusas ou cansativas, ditando um tempo sempre dinâmico e que prende o expectador ao debate de uma forma natural e encantadora.

A direção faz uma excelente construção narrativa ao dividir sempre por tópicos os assuntos abordados, dando a voz necessária para se expressar e se “defender” sempre no momento exato sem parecer uma guerra entre críticos e cineastas. E se por um lado isso pode ser visto como um certo medo de tomar um partido, acredito que seja apenas uma demonstração de como um é necessário para o outro, e que um ajuda o outro a crescer e se fortalecer, por mais que exista as divergências entre essas duas personalidades tão importantes no meio cinematográfico.

O Crítico é um documentário que aborda um lado cinema polêmico, mas trata com delicadeza e respeito aqueles que possivelmente são os dois maiores rivais no ramo. Trata-se de uma estudo e uma demonstração do quanto um afeta o outro e que esse embate pode ser algo a mais do que uma simples rivalidade, é um aprendizado, uma forma de evolução de dois meios que refletem uma paixão em comum.

download (1)

Anúncios
Sobre Patrick Zillig (1 artigo)
“O Cinema é uma forma divina de contar a vida” – Frederico Fellini. Fellini não podia estar mais certo! Os filmes sempre fizeram parte da minha vida, mas apenas quando eu tinha 19 anos descobri esse amor pelo cinema. Hoje é um desejo poder viver dessa magnifica arte, e tive certeza de que era esse meu destino quando assisti pela primeira vez Pulp Fiction de Quentin Tarantino. O primeiro filme que vi no cinema foi o Homem-Aranha do Sam Remi, e lembro de ter ficado com dor de ouvido após a sessão. E um personagem que com certeza marcou minha vida é o Antoine Doniel do filme Os Incompreendidos de François Truffaut.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: