Confira!

[BASTIDORES] Poltergeist

Durante a produção de um filme, muitas coisas podem acontecer, imprevistos, atrasos e até mesmo o cancelamento da película. E também existem história de bastidores que parecem ficção, mas são reais, apesar de bizarras.
Um belo exemplo disso é a franquia Poltergeist, que é responsável por uma das histórias mais aterrorizantes  do mundo do cinema: A morte de alguns personagens do elenco. Veja alguns fatos curiosos e tire suas conclusões:

Dominique Dunne, que interpretou Dana Freeling, a irmã mais velha da família assombrada, foi estrangulada pelo ex-namorado, John Thomas Sweeney. Ele colocou a trilha sonora de Poltergeist para abafar os gritos da moça.

Dominique Dunne
Julian Beck, que deu vida ao reverendo possuído pelo demônio no segundo filme da franquia, faleceu em 1985, um pouco antes do lançamento de Poltergeist, vítima de câncer de estômago.

Julian Beck
Will Sampson, que interpretou um índio que ajudava a família morreu em 1987 de subnutrição e problemas renais após um transplante cardíaco.

Will Sampson
A morte mais chocante do elenco foi da atriz mirim Heather O’Rourke que interpretava a personagem principal, Carol Anne Freeling. Heather, com de doze anos sofreu uma parada cardíaca e faleceu antes de terminarem a pós-produção do último filme, Poltergeist III, que foi dedicado a ela. A causa foi dita por uma obstrução intestinal.

Heather O_Rourke
-Além disso, a equipe de produção passou por situações curiosas com objetos caindo do nada e sons que eles não sabiam de onde vinha.

 

Bizarro, não?

 

 

Por Geovani Medeiros

Anúncios
Sobre Geovani Medeiros (97 artigos)
Formado em Administração e cinéfilo de carteirinha. Adora livros, música e tudo relacionado a cinema. Descobriu o mundo mágico da Sétima Arte quando era bem pequeno, mas o amor, de fato, só aconteceu ao entrar em uma locadora e perceber o quão ilimitado esse mundo é. Fã de Stephen King, adora todas as produções ligadas a seus livros. Adora fugir da realidade com filmes de terror, ficção e suspense, mas sempre deixa um espaço para dramas pé no chão e que nos fazem refletir sobre nossa existência. Apaixonado pelo cenário alternativo, ainda busca o filme de sua vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: